Sha Sha - Ben Kweller

Muitos de nós crescemos ouvindo boa música em nossos lares. Geralmente é um pai doidão com seus discos dos Beatles ou Doors (no meu caso, meu pai não era doidão mas me apresentou o Queen) ou aquele tio drogado gente boa que vive falando das viagens de drogas pelas quais passou lá pelos anos 60. Claro que muitos outros cresceram com influências de pais que são realmente músicos e entendem perfeitamente do que estão passando aos filhos. E foi assim que Ben Kweller - nascido em São Francisco, no ano de 1981 - passou sua infância. Seu pai, Howard Keller o ensinou a tocar bateria e guitarra e quando o pequeno Ben tinha seus oito anos, já fazia duetos com o pai, que tocava a guitarra e cantava, com o acompanhamento de seu filho na bateria. Isso sempre acontecia antes de Howard ir para o trabalho. Aos nove anos, Ben Kweller já contava com várias composições próprias, vencendo um concurso de compositores da Billboard. Ele também teve a honra de ser vizinho do excelente Nils Lofgren, que além de uma brilhante carreira solo, faz parte da E Street Band, banda que acompanha Bruce Springsteen. Esse fato ajudou muito Kweller a definir suas bases musicais e foi essencial em sua jornada, seja como integrante de banda ou em sua carreira solo. E falando em banda, Kweller apareceu para o mundo com Radish. O hit 'Little Pink Stars' (veja o vídeo aqui) fez a banda excursionar pelos EUA e Europa. Graças a fusão da Polygram com a Universal, um de seus álbuns não pôde ser lançado, o que os fez assinar contrato com a Mercury. Em 1999, Kweller resolveu iniciar sua carreira solo em Nova York. E foi aí que sua carreira alavancou, exibindo sua genialidade e vocação para gloriosas composições. Com seu primeiro álbum, lançado em 2000, com apenas dezenove anos, Kweller já era comparado a nomes como Elliot Smith e Beck, e realmente ele estava nesse nível.

Dois anos depois, em 2002, Kweller lançou sua obra-prima: 'Sha Sha'. Ele tinha a explosão de um grunge bagunçado e a classe de um 'piano man', sempre transportando lindas notas do instrumento junto a composições magníficas. 'Wasted & Ready' é a segunda faixa, e já encara o ouvinte entregando uma canção repleta de notas viscerais de guitarra e alternância de instensidade. Versos cantados como balada, refrão rasgado dentro da estética do bom e velho rock. Posso falar com toda segurança que 90% dos ouvintes vão elegê-la como a melhor do álbum. Em seguida, 'Family Tree' é deliciosa em sua levada country, começando com uma série de 'bop bops' e sustentando arranjos serenos. Não posso deixar de citar que a voz de Kweller pode agir como um bom tranquilizante em algumas ocasiões. 'Commerce, TX' retoma a intensidade das guitarras e entre 'uuuhhhuuuus', desenvolve uma harmonia fácil e sem frescuras. Com uma introdução intimista (atmosfera que permeia toda a faixa), 'In Other Words' é o toque de requinte que todo bom álbum precisa. Nessa canção, com voz mais amena, Kweller presenteia o ouvinte com a melhor síntese de sua veia compositora. Tudo se desenrola naturalmente, quando uma pausa quebra o ritmo e num crescente de notas de piano e consequente invasão de batidas bem distribuidas, a canção recupera seu vigor e oferece um instrumental de qualidade. Deslumbrante.

Quando o Radish apareceu na mídia, todos procuravam por um novo Silverchair, mas poucos desconfiavam que daquela banda, sairia um garoto-prodígio cheio de coisa boa pra oferecer. Ele era apenas um garoto de vinte e um anos quando compôs e executou esse álbum. E continuou com a qualidade de suas composições, mantendo uma discografia invejável. Enfim, esse é Ben Kweller, pessoal. É um prazer conhecê-lo.

Set List

1 - How It Should Be (Sha Sha)
2 - Wasted and Ready
3 - Family Tree
4 - Commerce, TX
5 - In Other Words
6 - Walk on Me
7 - Make It Up
8 - No Reason
9 – Lizzy
10 - Harriet's Got a Song
11 - Falling

DÊ SUA NOTA PARA O ÁLBUM! Aqui embaixo você pode dar de uma à cinco estrelas para o álbum disponível nesse post. É só clicar em quantas estrelas o álbum merece e pronto!

5 Opinião(ões) de nosso(s) leitor(es):

Olá, gostaria de fazer uma sugestão!
Ficaria grata se pudesse falar algo a respeito da Banda Yndi Halda,uma banda de post-rock,porém com muita qualidade. Na minha opnião,uma das melhores que já ouvi. Uma canção em especial é linda "We flood empty lakes".
http://www.youtube.com/watch?v=6ry3BVWINRQ

gostei muito do disco de ben kweller,principalmente as musicas falling e in other words

Parabéns pelo blog!

Sarah
www.essenciadesign.com.br

Olá! Conheci agora seu blog e qual minha reação? Colocá-lo de cara nos favoritos. Parabéns, continue com o trabalho e pode ter certeza que voltarei sempre!