Albúns que Você Precisa Ouvir (Nessa Semana)


É, o tempo não anda contribuindo com o andamento do RockTown! Downloads. Mas nada impede que eu coloque uns eventuais álbuns aqui, só pra tirar o pó dessas linhas.

Esse post traz quatro discos diversificados, alternando os estilos, mas que você deve conferir um por um. Digamos que deve ser algo como "álbuns que você deve ouvir até o fim dessa semana". Recomendo sem hesitar.

Vantage Point - dEUS: Lançado este ano, o novo álbum dessa banda belga é coisa fina. Fruto da genialidade de uma seleção de músicos proeminentes, o som mantém muito da sonoridade típica da banda, que é recheada de batidas definidas e entrelaçadas com ataques rápidos de guitarra num estilo cheio de swing. As faixas assumem uma aparência experimentalista, com um rock pesado associado a muitos elementos eletrônicos. Mas não vá se enganar: é puro rock, bem tocado, bem elaborado e complexo o suficiente pra te deixar atônito. Experimente a suave e dinâmica 'When She Comes Down' ou acrescente um peso à sua adição com 'Oh Your God'. Outra boa pedida é a 'The Architect' com sua cara explícita de anos 80, aliás, que versão dos anos 80!

Set List

1- When She Comes Down
2- Oh Your God
3- Eternal Woman
4- Favourite Game
5- Slow
6- Architect
7- Is a Robot
8- Smokers Reflect
9- Vanishing Of Maria Schneider
10- Popular Culture


__________________________________________________

Engine Takes To The Water - June of 44 : Antes de mais nada, é uma banda formada em 1994 na grande cidade de Nova York. Definir o som dos caras é algo meio difícil, digamos que se trata de um experimentalismo nos moldes do Shellac, com acordes de guitarra em ritmo pausado, versos em sua maioria falados, batidas abafadas e abusadas e o baixo bem fundamentado. Se você prestar atenção, vai identificar muitas influências vindas do jazz, principalmente no compasso da bateria e na estrutura da harmonia que escancara uma aparência de improviso. Não, não é um conjunto de sons desorganizados. Tem muita coesão, afirmada na firmeza de cada nota tocada. Ouça com atenção 'Have a Safe Trip, Dear', que abusa das variações de intensidade. E vá sem medo para a clássica 'June Miller'.

Set List

1- Have a Safe Trip, Dear
2- June Miller
3- Pale Horse Sailor
4- Mindel
5- I Get My Kicks for You
6- Mooch
7- Take It With a Grain of Salt
8- Sink Is Busted


__________________________________________________

Vietnam - Vietnam: Outra banda de Nova York, é uma surpresa excepcional da nova leva de bandas que surge por todos os cantos. Ouvi uma música desse álbum no ano de seu lançamento, em 2007, na rádio KEXP de Seattle. Fiquei atento e corri atrás do som, sem êxito algum. Tenho o costume de anotar num arquivo do Bloco de Notas todas as bandas que descubro, pra escutar depois, com mais atenção. Confesso que até esqueci deles e só fui ver essa anotação um ano depois, quando em uma nova busca, consegui achar o álbum para o download. A canção que havia ouvido é 'Mr. Goldfinger', uma ode ao anti-materialismo, de música intensa, embelezada por toques de piano e uma guitarra teimosa, envolvente e ríspida. Comecei a identificar influências jorrando como uma fonte graciosa, da fatia mais blues dos Rolling Stones até a amargura muitas vezes encontrada na poesia de Bob Dylan, que não só na poesia é presente, mas também na construção das canções, que conta com um ar folk bem requintado. De repente você observa e ouve aquelas viagens espaciais do Pink Floyd seguidas de notas de um rock despretencioso, enxarcado com whisky, como você pode ouvir na faixa 'Priest, Poet & the Pig'. A faixa que abre o álbum, 'Step on Inside' tem um canto soturno de início, sob notas graves de piano até que fios de blues se entrelaçam ao pop dos anos 60, muito bem aproveitado aqui. Sobre a última faixa, cabe uma nota: não toca merda nenhuma, não estranhe.

Set List

1- Step on Inside
2- Priest, Poet & the Pig
3- Apocalypse
4- Mr. Goldfinger
5- Toby
6- Gabe
7- Welcome to My Room
8- Hotel Riverview
9- Summer in the City
10- Too Tired
11- Piano Song (Hidden Track)


__________________________________________________

Nuit Blanche - Vive la Fête: Se você tem a mente aberta para tendências experimentais, ainda mais quando essas experiências envolvem conhecimento profundo do rock e influências dos sintetizadores enlouquecidos dos anos 80, esse disco tem sua cara. Essa dupla belga (Danny Mommens integrava a banda dEUS disponível acima) formada em 1997, mistura da melhor forma possível, batidas de sincronia perfeita, harmonias que encaixam perfeitamente com essa mescla, apresentando o dinamismo do eletro e a atitude do rock que nesse álbum parece que nasceu para ser tocado assim. E claro, a voz deliciosa de Els Pynoo aliada ao idioma francês dá calafrios ao ouvinte (e dependendo do caso, à ouvinte também). A faixa de abertura 'Nuit Blanche' é sombria e principalmente sensual, no sotaque carregado de Pynoo. 'Touche Pas' é a mescla da qual eu estava falando, tocando bem alto, efeitos dos mais magnéticos misturados com a guitarra rasgando ao fundo. 'Malad d'Un Fou' merece destaque pela repaginação feita pela dupla de todo o euro-dance do fim dos anos 80 e início dos anos 90. É pra sentir satisfação do início ao fim, em todas as necessidades, sejam elas musicais ou sexuais.

Set List

1- Nuit Blanche
2- Touche Pas
3- Jaloux
4- Joyeux
5- Mon Dieu
6- Malad d'Un Fou
7- Assez
8- Noir Desir
9- KL
10- Mr. le President
11- Maquillage
12- Adieu

__________________________________________________

BUSCA! Agora o blog conta com uma busca específica no menu ao lado. Procure discos e bandas/artistas em nossa busca! Serão listados todos os posts onde o nome procurado foi citado.

8 Opinião(ões) de nosso(s) leitor(es):

chico buarque recomendação da semana não, não pode.
é recomendação pra vida toda, disco pra vida toda mesmo.
e parabéns pelo blog.

Heei
Leio o teu blog há algumas semana, e não sei se te interessa, mas achei na comunidade do orkut do Death Cab um link pro novo álbum deles:
http://www.4shared.com/dir/6973078/b9cd237a/Death_Cab_For_Cutie-Narrow_Stairs-2008-DEATHCABFORCUTiE.html

espero que eu tenha ajudado, e ainda recomendo postar o Plans (álbum deles também) que é muito bom!
Eu tenho todos os álbuns do Death Cab, qualquer coisa procura pelo meu nome no orkut e pede lá!

beijos e bom proveito

cara eu tava tão empolgado lendo tuas resenhas acerca dos discos que tu posta que quando parei pra procurar um lugar pra colocar meus elogios em relação aos sons que tu coloca aqui eu tava lá no sétima ou oitava análise sonora. Quase eu ouvi os discos sem nem precisar rodá-los aqui ...
Continua com esse blog que, se não for, logo vai ser referência de som de qualidade na net e no mundo dos blogs.
Falou cara!

Concordo, Construção de Chico Buarque recomendação eterna.

Tem como Upar os Cds do Vietnam e June of 44, novamente.
Fiquei afim de ouvir devido a resenha, principalmente o do Vietnam.
Obrigado, desde já !

June of 44, muito bom !
Bem feito e criativo,
na minha opnião chega a ser melhor que o último do Shellac.
Brigadão por trazer os sons pra galera, várias novidades.
Rock Town escapada do óbvio sem perder a essência.
Mais uma vez obrigado

Nossaaaaa! até que enfim o link pra baixar o disco do VietNam, eu amo o trabalho deleees! salvou meu fim de semana :) rs

O album do Vietnam está corrompido