Singles - Suede

O Suede nasceu em 1989 e foi um dos responsáveis pelo surgimento do Britpop, com canções que misturam melodias extremamente pop com elementos do glam rock de David Bowie e a sensibilidade musical dos Smiths. Quando surgiu, mesmo antes de lançar um single, a imprensa britânica já os elegia como a melhor banda inglesa. O hype era grande, e como todos nós sabemos, na maioria dos casos é prejudicial, principalmente porque a maioria das bandas não sabe lidar com as atenções voltadas ao seu trabalho. A pressão é imensa, pressão para que, por exemplo, o segundo disco seja tão bom quanto o primeiro. Pressão para que a evolução musical seja uma conseqüência natural do talento. O Suede tinha tudo pra sucumbir diante disso, mas contava realmente com talentosos letristas, como é o caso do vocalista Brett Anderson e o guitarrista Bernard Butler. Não só letras, mas músicas bem arranjadas foram criadas, mesclando batidas dançantes e ótimas faixas de pesadas guitarras. Uma levada sensual era adicionada em diversas canções, exibindo letras sexualmente ambíguas e românticas. O Singles, que foi lançado em 2003, é uma celebrada reunião de grandes hits da banda, muito bem selecionadas, onde somos transportados à uma montanha-russa de emoções, com a melancolia extrema e melosa até a mais agitada balada.

Na montanha-russa de emoções, o disco começa lá em cima, com 'Beautiful Ones', uma balada de pista de dança, onde uma batida empolgante é acompanhada por um baixo forte, que dá o peso suficiente para contrastar com os acordes leves de guitarra, criando uma melodia grudenta, cheia de "lá-lá-lá-lalás". 'Animal Nitrate' começa com mirabolantes acordes de guitarra até encontrar a voz afetada de Anderson que se eleva agudamente, dando tons clamorosos à melodia. De repente a montanha-russa desce bruscamente. 'The Wild Ones' é a canção mais bonita do disco. Um violão faz a introdução para a entrada da voz, agora firme (com algumas recaídas!) e grave, e de repente os arranjos tomam forma, com uma guitarra que espirra notas ao fundo, em meio ao baixo que permanece sólido e rasteiro. A letra, bem, a letra é foda:

And oh if you stay
I'll chase the rainblown fields away
We'll shine like the morning and sin in the sun
Oh if you stay
We'll be the wild ones, running with the dogs today


Me faz refletir na angústia que é implorar pra que uma pessoa que você ama fique. Promessas e mais promessas de dimensões surreais. É foda. E agora que esse momento emo passou, vamo lá. 'Everything Will Flow' é bem pop, mas conta com um refrão forte, daqueles que você canta a plenos pulmões. 'Electricity' mostra um vocal escandaloso e cheio de ecos, compassos contínuos de batidas e malabarismos com o baixo. A guitarra desfere ótimas notas pausadas. Um som bem divertido.

Os Singles são com certeza uma ótima opção pra qualquer pessoa que queira conhecer o trabalho da banda. Todos os sucessos estão nele, toda a energia e tristeza num contraste que prende o ouvinte do início ao fim.

*Sugestão de Chuck

Set List

1- Beautiful Ones
2- Animal Nitrate
3- Trash
4- Metal Mickey
5- So Young
6- The Wild Ones
7- Obsessions
8- Filmstar
9- Can't Get Enough
10- Everything Will Flow
11- Stay Together
12- Love the Way You Love
13- The Drowners
14- New Generation
15- Lazy
16- She's in Fashion
17- Attitude
18- Electricity
19- We Are the Pigs
20- Positivity
21- Saturday Night

Baixar o disco!

DICA: Se você quiser localizar um disco ou artista, veja nosso menu ao lado direito da tela ou simplesmente pressione Ctrl + F para localizar.

2 Opinião(ões) de nosso(s) leitor(es):

Grande Felipe,
Não consegui baixar o Suede. Tô tomando erro na página que antecede o início do download. Dá uma força aê, ok? Abraço, Manuel

O link esta off. tem como arrumar?