Never Mind the Bollocks Here's the Sex Pistols - Sex Pistols

Anarquistas alucinados e raivosos? Produtos das pretensões de Malcom McLaren? O que seria realmente os Sex Pistols? A discussão se prolonga até hoje e divide as opiniões dentro e fora do meio punk. Bem, vendidos à parte, a banda causou um choque cultural que não se via há tempos na Inglaterra. O governo aristocrático, que reina em meio ao mofo foi sacudido por quatro jovens revoltados com tudo que aparecia pela frente. Capitalismo, governo, polícia, meios de comunicação. Tudo que apresentava estabilidade era uma ameaça ao grupo. As músicas de Never Mind the Bollocks Here's the Sex Pistols exalam o odor forte do punk e suas premissas rebeldes. Um punk rock extremamente esfarrapado, niilista, inconseqüente penetra todas as faixas, com berros enlouquecidos de Johnny Rotten. Os Pistols já haviam lançado singles como precursores da bomba que explodiria (pelo menos por alguns anos) os alicerces que sustentavam o moralismo da sociedade britânica. O disco foi lançado em 1977 e até hoje continua servindo de instrumento para instigar a fúria da juventude com seus temos políticos, repletos de sarcasmo, sátiras e deboche.

'Holidays in the Sun' abre o disco com marchas militares e ótimas notas cortantes da guitarra de Steve Jones, antes que toda a energia acumulada culmine numa cascata sonora incrivelmente euforica. O riff distorcido do refrão atrai o ouvinte pois há toda uma sensação de conflito quando a bateria tem seu ataque ativado, num trecho onde todo o arranjo entra em estado epiléptico com um mini-solo perfeito de guitarra. 'No Feelings' é a face egoísta e convencida dos Pistols. O punk continua comendo solto com ataques velozes à guitarra, o baixo cumpre a difícil missão de acompanhar batidas sônicas enquanto Rotten desfere golpes com a letra individualista:

No feelings! No Feelings!
No feeling for anybody else
Except for myself, my beautiful self

'God Save the Queen' foi um dos singles que antecederam o lançamento do LP. É a letra que nenhum inglês imaginaria que fosse cantada em solo inglês. Pelo menos cinco anos antes do lançamento do single. É a fúria contra o governo, a voz de uma juventude transviada, de saco cheio da imagem da rainha, uma imagem desgastada e sofrível que representava um governo extremamente "falso-moralista" e decadente. O ritmo é envolvente com um compasso instável da bateria e diversas interposições de guitarra. E Rotten ridiculariza a posição da rainha, como se fosse apenas uma atração turística:

God save the queen
'cos tourists are money
And our figurehead
Is not what she seems


E a faixa termina com o diagnóstico que muitos jovens começavam percebiam: Não há futuro pra mim, nem pra você. 'Anarchy in the U.K' é a pura zombaria mordaz, cruel. Tenta apresentar uma solução para o Reino Unido: a anarquia. Claro que não havia base política alguma, é pura vontade de destruir (e não reconstruir). É a imagem catastrófica do movimento punk em forma de ondas sonoras. As risadas irônicas de Rotten no começo e o timbre angustiado e ofensivo de sua voz dão à canção mais contribuição que qualquer arranjo no mundo. Uma das músicas mais tensas e agonizantes que a humanidade já concebeu. A levada de 'E.M.I.' é bem é agradável com suas variações rítmicas e o espaço que há para um breve solo. A letra é uma mensagem claríssima à primeira gravadora que os contratou e também os expulsou, graças às músicas sem escrúpulos que os Pistols faziam. Há uma mensagem para aqueles que já os chamavam de vendidos:

And you thought that we were faking?
That we were all just money making?
You do not believe we're for real
Or you would lose your cheap appeal?

Tire suas conclusões. A importância dos Pistols para o punk foi imensa, seja no surgimento do movimento na Inglaterra, seja no comportamento geral daqueles que aceitavam sua música. O modo de encarar a vida é diferente para o grupo. Não havia preocupações com o amanhã, afinal, tudo estaria na mesma, isso se não houvesse mudanças. Havia uma dose de conformismo nas atitudes rebeldes e um pouco de revolta com o sistema implantado por séculos. Por mais que muita gente lembre da banda pelo baixista Sid Vicious, que era um pobre coitado iludido pelas drogas e pela saída que elas proporcionavam (e isso é uma merda, porque a mediocridade de Vicious foi estendida a todo o grupo), os Sex Pistols tem ótimos momentos musicalmente falando, não sendo assim apenas uma bomba de insultos e deboches. E Deus salve a rainha! Afinal, a coitada sobreviveu à Segunda Guerra Mundial e aos Sex Pistols. Que proeza!

Set List

1- Holidays in the Sun
2- Bodies
3- No Feelings
4- Liar
5- Problems
6- God Save the Queen
7- Seventeen
8- Anarchy in the U.K.
9- Submission
10- Pretty Vacant
11- New York
12- E.M.I.

Baixar o disco!

BUSCA!
Agora o blog conta com uma busca específica no menu ao lado. Procure discos e bandas/artistas em nossa busca! Serão listados todos os posts onde o nome procurado foi citado.

3 Opinião(ões) de nosso(s) leitor(es):

I found this site using [url=http://google.com]google.com[/url] And i want to thank you for your work. You have done really very good site. Great work, great site! Thank you!

Sorry for offtopic

Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!

link quebrado. cara, qual é o seu problema com outros sites de downlaods? o rapdshire é uma merda e todo mundo sabe disso. nem dá pra baixar, a maioria das vezes. 4shared, mediafire. fica a dica.