The Rise & Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars - David Bowie

Muita gente considera The Rise & Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars o disco mais importante e influente da década de 70. Essa afirmação deve ser feita com cuidado, levando em consideração que essa década teve lendárias bandas, que lançaram trabalhos geniais, conceituais ou não, temáticos ou não. Mas ninguém pode negar que David Bowie acertou na mosca ao criar todo o ambiente que permeia o disco. Criou um personagem acessível, compatível com as tendências da época (exceto o fato de Ziggy Stardust ser um alienígena - hahahahaha!). Ziggy como Bowie é carismático, é genial, andrógino e por que não, alienígena? Às vezes duvido que Bowie seja um terráqueo. O tema do disco era a ascenção e a queda desse rock star alienígena. E o disco inteiro narra não só a vida do pseudo-artista como também narra fatos futurísticos, compatíveis com o pensamento da época, influenciado pelo grande diretor de cinema Stanley Kubrick com seus filmes '2001 - Uma Odisséia no Espaço' e 'Laranja Mecânica'.

O som que domina o disco é o chamado glam rock, iniciado e disseminado por Marc Bolan, do T-Rex. Ele não é essencialmente glam, tendo variações de ritmos, mas a maior influência realmente é o glam. Sim, Bowie acertou ao se aproximar tanto desse som, afinal, o glam rock celebrava a androginia, o visual espalhafatoso e Bowie o fez perfeitamente. O modo de se vestir se completava com o som, afinal, tantas plumas e glitter não combinariam com terninhos à la Beatles ou o couro do Judas Priest. Algumas músicas tem muita semelhança, em seus arranjos, com o Transformer de Lou Reed. Não é coincidência: Bowie produziu o disco de seu amigo.

'Five Years' inaugura a odisséia com uma introdução com bateria crescente e piano suavemente introduzido. Conta com letra sombria com trechos como esse:


News guy wept and told us
Earth was really dying
Cried so much his face was wet
Then I knew he was not lying

Traduzindo:

O cara das notícias chorava e nos dizia
A Terra está realmente morrendo
Chorava muito, seu rosto estava úmido
E então eu soube que ele não estava mentindo

Realmente sombrio e catastrófico. A letra toda tem um caos implantado, com diversas situações bizarras. Já 'Soul Love' é uma mistura de guitarras, um saxofone sofrido e bem executado e linhas de um flashback (sim, como diz a música, um soul bem legal). 'Moonage Daydream' já rompe qualquer calma com sua guitarra estridente mas não se resume a isso. Tem uma melodia muito bem construída alternando backing vocals e alguns acordes rasgados da guitarra. A que mais fez sucesso aqui no Brasil é a 'Starman'. Numa levada de violão e baterias abafadas e ainda a pincelada de violino que envolve todo o arranjo, dando uma característica única ao som. O piano novamente entra em cena com desempenho espetacular em 'Lady Stardust' com vai e vem de notas que compoem uma bela canção. 'Hang Into Yourself' tem uma pegada meio rockabilly, e também é a música que mais se aproxima do som do T-Rex, inclusive o vocal mais grave e suave. E finalmente 'Ziggy Stardust' que apresenta Ziggy Stardust como um astro do rock, com carisma e poder. Ziggy era canhoto, revirava os olhos e desmanchava o penteado, vencia o público com um sorriso e entre outros feitos, fazia amor com seu ego. E a medida que a letra da música se desenrola, os motivos da queda de Ziggy são revelados: ele explodiu devido ao ego inflado de tanto sucesso. O riff da música é demais, tem partes cantadas em êxtase com um fim melancólico:

Ziggy played guitar

O disco é finalizado pela bela e estrondosa 'Rock 'n' Roll Suicide' com metais de sopro constrastando com belas faixas de guitarra. Uma atmosfera tenebrosa, sendo aumentada pelos gritos de Bowie. Fecha com chave de ouro.

Bowie nesse disco conseguiu chegar às paradas inglesas e americanas. Finalmente o mundo levava a sério o trabalho do Camaleão, desse artista que é um mestre em reinventar não só sons, como conceitos. Esse disco foi feito com uma intenção, a intenção de desencadear em Bowie suas outra habilidade artística: a atuação teatral. Ele foi um grande ator, assumindo física e mentalmente a forma de seu alter-ego alienígena. Bowie não era apenas um ótimo músico.

*Sugestão de Ricardo

Set List

1- Five Years
2- Soul Love
3- Moonage Daydream
4- Starman
5- It Ain't Easy
6- Lady Stardust
7- Star
8- Hang on to Yourself
9- Ziggy Stardust
10- Suffragette City
11- Rock & Roll Suicide

Baixar o disco!

DICA: Se você quiser localizar um disco ou artista, veja nosso menu ao lado direito da tela ou simplesmente pressione Ctrl + F para localizar.

5 Opinião(ões) de nosso(s) leitor(es):

vemais, meu!
valeu pelo disco do Bowie!
e parabens pelos textos!

Escutar esse CD inteiro e ler seus comentários fizeram o meu dia! Muchas Gracias!

Muitíssimo obrigado por ter postado! Parabéns pelo blog! =D

Valeu mesmo por compartilhar, cara, Dadid Bowie é mais que clássico!

Este comentário foi removido pelo autor.
Twitter Facebook Favoritos