Dig me Out - Sleater-Kinney

Formado em 1994, o Slater-Kinney é referência em banda de garotas. Simples, com acordes fáceis e riffs incessantes, as garotas da cidade de Olympia (estado de Washington) marcaram seus nomes no hall dos grandes nomes do rock (no sentido figurado). O disco Dig me Out é uma pérola do punk rock feminista, superior ao Call the Doctor, disco anterior que havia aberto novas possibilidades e serviu de influência para garotas fazerem rock. Esse disco é mais maduro, mantém a mesma fórmula, a fórmula da fúria aliada a ótimos arranjos.

A faixa que dá nome ao disco, 'Dig me Out' tem um riff que já aparece no início e vai mudando somente o tom, a medida que o som vai ficando mais intenso. A bateria de Janet Weiss (que estreava na banda nesse disco) dá conta do recado, como se já tocasse há anos com a banda. É o som que mais se aproxima da loucura do Bikini Kill. 'One More Hour' tem harmonia simples, mas a guitarra que apresenta acordes repetidos fazendo da música um carrossel. Mas as variações existem e são as levadas do refrão que modificam o ambiente sonoro. 'Words and Guitar' é forte, com toda a potência das duas guitarras da banda. Agora potência mesmo tem a voz de Corin Tucker que não chega a ser gasguita como outras feministas que berram, como se tudo na vida fosse motivo de protesto. É uma voz cheia de autoridade e variações de notas, sabe equilibrar a beleza com a força. 'Little Babies' tem melodia chamativa, onde a bateria coordena a direção da canção. Carrie Brownstein, a outra guitarrista, ainda cede sua voz para acompanhar as batidas que intercalam algumas frases.

Esse disco tem muito valor, porque é a clara evolução do rock feminino, das gritarias e tosquices para a técnica mais apurada e a valorização do vocal feminino.

Set List

1- Dig Me Out
2- One More Hour
3- Turn It On
4- The Drama You've Been Craving
5- Heart Factory
6- Words and Guitar
7- It's Enough
8- Little Babies
9- Not What You Want
10- Buy Her Candy
11- Things You Say
12- Dance Song '97
13- Jenny

Baixar o disco!

DICA: Se você quiser localizar um disco ou artista, veja nosso menu ao lado direito da tela ou simplesmente pressione Ctrl + F para localizar.

4 Opinião(ões) de nosso(s) leitor(es):

Valeu mesmo, queria muito conhecer a banda e vc fez com que isso fosse possível.

Abraço......

a peculiaridade da Sleater Kinney, já é visivel na falta de baixo, que é comensada pelas duas guitarras maciças, um SG e uma lespaul, ambas Gibson, esse disco é importante pois é o terceiro e marcou a entrada da banda no selo 'kill rock stars' recomendo tambem que as pessoas ouçam the woods, de 2005, um disco cru, e mais pesado, menos 'dançante', e tambem o 'one beat', de 2002, que é extremamente comercial e com uma levada que implica a intenção da banda em sair do meio 'underground' para o mundo pop.

boa banda, e dig me out... bom disco. =)

Por acaso terias outros materiais da banda??

Grato!

I truly believe that we have reached the point where technology has become one with our world, and I am 99% certain that we have passed the point of no return in our relationship with technology.


I don't mean this in a bad way, of course! Ethical concerns aside... I just hope that as the price of memory drops, the possibility of downloading our brains onto a digital medium becomes a true reality. It's one of the things I really wish I could encounter in my lifetime.


(Posted on Nintendo DS running [url=http://cryst4lxbands.blog.com/2010/01/31/will-the-r4-or-r4i-work/]R4 Card[/url] DS NetPost)